Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

#Dilma sanciona lei sobre recursos para saúde, mas veta mais dinheiro para #saúde.

leave a comment »

Dilma não quer saber de mais dinheiro para a saúde. Mesmo que o PIB aumente a saúde, que está muito mal aliás, não vai receber mais verbas. Ou seja, os impostos aumentam na medida da inflação e mais rápido que o PIB, mas a saúde fica para trás. Sem recursos, sem materiais, sem medicamentos os médicos brasileiros enfrentam situações extremas de trabalho e arcam com as responsabilidades de ter que praticar medicina sem terem o mínimo para fazer isso. Os pacientes sofrem muito com esta situação. Certamente a presidenta não se submete a esta tipo de medicina, muito menos seu amigo, agora tido por "santo" dentro de seu partido, o ex-presidente molusco. Esta situação extrema leva a distorções como a que vimos no RS, em que um médico pedia um "por fora" para realizar cirurgias pelo SUS. O que o governo faz diante deste quadro TRÁGICO, tenta barganhar a votação da EMENDA 29, que destina mais dinheiro para a saúde. Isto revela o total descompasso do governo DILMA com as necessidades e anseios da população. Se afastar das pessoas é uma marca típica dos tiranos e déspotas que se tracam em seus palácios e pouco se importam com o que as pessoas precisam. Presidenta, não é com discurso de "faxinar a pobreza" que realmente vai se melhorar alguma coisa para os que mais precisam.

Dilma sanciona lei sobre recursos para saúde
Texto regulamenta a chamada Emenda 29 que reavivou debate sobre a criação de novo imposto para o setor; presidente barrou mudanças no repasse feito pela União

BRASÍLIA – A presidente Dilma Rousseff sancionou com vetos a regulamentação do dispositivo que define os valores mínimos a serem aplicados na saúde pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios. O texto foi publicado nesta segunda-feira, 16, no Diário Oficial da União.

A chamada Emenda 29 foi aprovada pelo Senado em dezembro do ano passado e tornou-se alvo de debate em 2011 por retomar a discussão sobre a criação de um novo imposto para a saúde. A Contribuição Social sobre a Saúde (CSS), no entanto, foi derrubada na Câmara e no Senado. Pesquisa da CNI/Ibope divulgada na semana passada mostrou que 96% dos brasileiros eram contrários à criação do novo tributo.

A proposta que obrigava a União a destinar 10% dos recursos para o setor também não passou. Ficou mantido o sistema atual de repasses, ou seja, investir o valor aplicado em um ano, corrigido pela variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores.

Ao todo, a presidente vetou 15 dispositivos, entre eles o que previa “créditos adicionais” de investimentos caso o PIB tivesse aumento. Na justificativa, Dilma argumentou que a medida poderia gerar “gerar instabilidade na gestão fiscal e orçamentária”. No texto sancionado por Dilma, ficou mantido o repasse de 12% do orçamento por parte dos Estados e 15% para municípios. / Colaborou Rosana de Cássia, da Agência Estado

 

 

Autor: Estadão

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,dilma-sanciona-lei-sobre-recursos-para-saude,823246,0.htm

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: