Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

#DESGOVERNO: Por coalizão, reforma ministerial vira só ‘ajuste’

leave a comment »

FAXINA SÓ NA FACHADA: O cargo-por-apoio de Dilma não passa de um tipo disfarçado de mensalão, de uma forma dissimulada de "remunerar" pelo apoio político. A justiça não poderia de forma alguma fazer vistas grossas para esta prática. Alguns setores da justiça não acreditam haver ofensa as leis que regulamentam a administração pública através do exagerado aparelhamento partidário na administração direta, por mais de 25 mil CCs, dos cargos para companheiros e dos empregos nas estatais. Deveria haver um caráter mais técnico na distribuição destes cargos e mais respeito pelos funcionários de carreira. Mas a realidade mostra o desastroso resultado da compra de apoio com cargos, a ingovernabilidade! O mais irônico é que era justamente a governabilidade que Dilma buscava com a "apoio-por-cargo", o tiro saiu pela culatra. Estamos em um país à deriva, desgovernado e que se sustenta APESAR DO GOVERNO, pelo esforço e trabalho de quem vive do que produz. Desmentidos, incongruências, contradições, obras pela metade,superfaturamento, dinheiro indo para o RALO enquanto a população sofre com o caos na defesa civil, segurança e saúde. Está mais do que na hora da "Presidenta Coniventa" explicar ela mesma o que está acontecendo com seus ministérios. Ninguém mais engole a conversa de que ela está "fazendo a faxina". Não existe faxina, o que existe e desconversa, impunidade e muita maracutaia. Como podem 85 bilhões escorrerem dos ministérios de Dilma para dentro do ralo da corrupção sem que ela perceba nada? Como podem ministros desviarem verbas, nomearem parentes, lucrarem com consultorias, beneficiarem seus partidos antes mesmo de pensar no cumprimento de suas tarefas, sem que ela perceba nada? Como pode um ministério alocar 90% de suas verbas no Estado de origem do ministro sem que ela saiba? Será que Dilma é irresponsável, conivente ou só miope Demitir baixos escalões, tirar ministros só depois que sua "credibilidade" fica por completo comprometida, proteger ex mensaleiros dentro do partido, dar apoio a ministros que tem "consultorias" com as quais lucram muito. NÃO EXISTE FAXINA alguma, o que existe é só a gestão das crises causadas pelas denúncias de corrupção que vem a público pela imprensa. As corregedorias prendem só escalões mais baixos da administração federal, os mandantes e mentores das fraudes ficam soltos aproveitando o dinheiro que amealharam. Isto é justiça? Isto é faxina? De forma alguma, isto é repressão e uma forma de deixar claro quem manda e quem tem que obedecer. NÃO EXISTE FAXINA, o governo não tem posição firme contra a corrupção, a firmeza é sempre no sentido de proteger corruptores mesmo depois que perdem seus cargos no governo.

Por coalizão, reforma ministerial vira só ‘ajuste’
Dilma decide manter um pedetista no Ministério do Trabalho e o PP, com novo titular, nas Cidades; presidente quer evitar atritos com partidos aliados

BRASÍLIA – A reforma ministerial que a presidente Dilma Rousseff fará a partir da semana que vem com a transferência de Aloizio Mercadante (Ciência e Tecnologia) para a Educação vai se resumir a cinco mudanças pontuais. A configuração política da Esplanada dos Ministérios e a chave do cofre serão mantidos tais como estão para evitar desconfianças no mercado e desequilíbrio na aliança de sustentação ao governo.

Guido Mantega, da Fazenda, fica onde está. Além da saída de Fernando Haddad da Educação, para disputar a Prefeitura de São Paulo, a presidente vai trocar o comando do Ministério das Cidades, sem tirá-lo do PP, devolver o Trabalho ao PDT e substituir Iriny Lopes (Secretaria das Mulheres), que deixa a pasta para concorrer à Prefeitura de Vitória. “Farei apenas um ajuste na equipe. Reforma só existe na cabeça da imprensa”, afirmou Dilma, ontem, a interlocutores.

A primeira nomeação será a de Mercadante, já anunciada pelo próprio petista. Para o lugar dele, na Ciência e Tecnologia, a presidente quer um técnico. O favorito é o atual presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Marco Antonio Raupp, sem filiação partidária. Ele já presidiu a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Dilma acha que o ministério está indo bem e que Raupp é o técnico que pode dar continuidade ao trabalho de Mercadante.

No Ministério das Cidades a presidente vai fazer uma troca mais por imposição do PP, do que por vontade própria. A rejeição ao ministro Mário Negromonte dentro do partido é tão grande que a presidente já foi avisada de que a bancada do PP na Câmara aceita até a volta do ex-ministro Márcio Fortes, nome da preferência de Dilma.

Os deputados gostariam mesmo é de ver o colega Márcio Reinaldo (MG) no lugar de Negromonte, que voltará à Câmara. Mas eles sabem que esse é um pleito mais difícil de ser atendido. Por isso, conformam-se com a escolha pessoal da presidente.

Ajustes. Depois da saída ruidosa do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, do Trabalho, o ajuste na equipe é a oportunidade de reincorporar um indicado do partido no ministério, desde dezembro sob o comando do interino Paulo Roberto Pinto. Dilma decidiu que o novo ministro será pedetista. Os mais cotados são os dos deputados Vieira da Cunha (RS) e Brizola Neto (RJ).

A presença do nome do vice-presidente Michel Temer na agenda oficial de Dilma na manhã dessa terça-feira, 17, deu ao PMDB a certeza de que a conversa seria simbólica. Uma deferência ao presidente licenciado do partido, para dizer que o PMDB sairá da minirreforma do mesmo tamanho que entrou. No bastidor da cúpula peemedebista, a frase que resumiu o sentimento de todos é de autoria do Barão de Itararé: “De onde menos se espera é que não sai nada mesmo”.

Autores: Christiane Samarco e João Domingos, de O Estado de S.Paulo
Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,por-coalizao-reforma-ministerial-vira-so-ajuste,824053,0.htm?p=2

 

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

janeiro 18, 2012 às 2:31 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: