Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Pesquisa aponta aumento do endividamento das famílias gaúchas

leave a comment »

Endividar as populações de renda mais baixa, com eletrodomésticos de linha branca e carros populares foi uma das política mais cruéis do DesGoverno Lula/Dilma. Não melhorou a vida destas pessoas mas lhe deu a "sensação" de estarem na classe média. Mesmo com TV e carro a maioria continua com carência em saneamento básico, pavimentação, educação de qualidade, segurança e saúde. Claro que estas populações tem direito a uma vida melhor, e devemos fomentar a que melhorem de vida, mas não é via endividamento que se mudará esta situação, e sim com mais QUALIDADE de verdade, com empregos melhor remunerados e com mais condições de empreender e gerar renda. (Charge: nanihumor.com)

Pesquisa aponta aumento do endividamento das famílias gaúchas
Janeiro deste ano teve percentual maior em relação a 2011

O percentual de famílias endividadas no Rio Grande do Sul atingiu 68,5% em janeiro deste ano, levemente acima dos 67,6% registrados em janeiro de 2011. Em comparação ao percentual verificado em dezembro do ano passado, houve um acréscimo de 2,2 pontos percentuais, passando de 66,3% para 68,5%.

Já o percentual de famílias inadimplentes foi de 22,3% em janeiro de 2011 para 24,2% neste ano. Quando comparado ao mês de dezembro de 2011, o percentual de famílias com contas em atraso apresentou redução, passando de 25% em dezembro para 24,2% em janeiro de 2012.

A pesquisa aponta que a expansão do percentual de endividamento em janeiro em relação a dezembro de 2011 foi puxado pelas famílias com renda inferior a dez salários mínimos, elevando-se de 65,1% para 68,4% em janeiro. Nas famílias com rendimento superior, o endividamento nos últimos 30 dias passou de 71,8% para 68,6%. Os principais tipos de dívida são cartão de crédito (78,4%), carnês (51,9%) e financiamento de automóvel (21,9%).

Quanto à capacidade de pagamento de dívidas em um horizonte de 30 dias, a pesquisa apurou que o percentual de famílias que não terão condições de pagar suas dívidas em atraso num prazo de um mês apresentou elevação em relação a dezembro de 2011, passando de 5,8% naquele mês, para 10,2% em janeiro deste ano.

Conforme o presidente do Sistema Fecomércio-RS, Zildo De Marchi, essa elevação pode ter sido determinada pelo aumento do pessimismo em relação ao futuro, associado ao arrefecimento sazonal do mercado de trabalho no início do ano. Segundo ele, “é necessário observar o resultado dos próximos meses para verificar se o número de janeiro foi apenas algo pontual ou se realmente compõe uma tendência”.

Os dados constam da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor no Rio Grande do Sul, divulgada nesta quinta-feira pela Fecomércio-RS, com base em apuração realizada pela Confederação Nacional do Comércio (CNC).

Fonte: http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=385870

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

janeiro 26, 2012 às 4:20 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: