Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

#DiadaMulher: um dia para refletirmos sobre diferenças, semelhanças e complementaridade

leave a comment »

Parabéns a todas as mulheres! Hoje é um dia de homenagem, de reflexão sobre as diferenças e semelhaças, e sobre a complementaridade do homen e da mulher. As mulheres carregam em seu ventre o futuro da humanidade, e homens e mulheres são responsáveis pela formação de famílias e comunidades felizes, saudáveis e produtivas. Precisamos refletir sobre o papel das mulheres e dos homens em nossa sociedade, sobre diminuir barreiras, diferenças e aproximar homens e mulheres, que juntos tem que achar formas para superar os grandes desafios humanos que se colocam para ambos. Precisamos de muita sabedoria e amor para conviver com as diferenças. Em tempos de ganância e intolerância homens e mulheres precisam dar o exemplo para governos e instituições, se aproximando um dos outros e buscando a harmonia de objetivos. Em 1975 foi designado pela ONU como o Ano Internacional da Mulher e, em dezembro de 1977, o Dia Internacional da Mulher foi adotado.

Mulheres receberam 72,3% do salário dos homens em 2011, diz IBGE
O número repete a proporção encontrada nos levantamentos de 2009 e 2010, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

RIO – As mulheres receberam, em média, 72,3% do salário dos homens em 2011, segundo o estudo Mulher no mercado de trabalho: perguntas e respostas, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O número repete a proporção encontrada nos levantamentos de 2009 e 2010.

O estudo mostrou ainda que a jornada de trabalho das mulheres foi inferior à dos homens. Em 2011, as mulheres trabalharam, em média, 39,2 horas semanais, contra 43,4 horas dos homens, uma diferença de 4,2 horas. Entretanto, segundo o IBGE, 4,8% das mulheres ocupadas em 2011 gostariam de aumentar a carga horária semanal.

As atividades que mais absorveram mão de obra feminina em 2011, em relação ao patamar de 2003, foram o comércio, em que a participação das mulheres cresceu de 38,2% para 42,6%, e os serviços prestados às empresas, com aumento de 37,3% para 42,0%. Nos serviços domésticos, ainda predomina a mão de obra feminina (94,8%), com porcentual idêntico ao registrado em 2003.

O levantamento constatou também que as mulheres aumentaram sua participação na ocupação formal. Em 2003, a proporção de homens com carteira assinada no setor privado era de 62,3%, enquanto a das mulheres era de 37,7%, uma diferença de 24,7 pontos porcentuais. No ano passado, essas proporções foram de 59,6% de homens e de 40,4% de mulheres, reduzindo a diferença para 19,1 pontos porcentuais. Porém, o maior crescimento da participação feminina foi observado no emprego sem carteira no setor privado, cuja fatia saiu de 36,5% em 2003 para 40,5% em 2011.

Em 2011, as mulheres somaram 53,7% da população brasileira com 10 anos ou mais (idade ativa). Na população ocupada, elas ainda ficaram em menor número do que os homens (45,4%), mas, em relação a 2003, houve crescimento de 2,4 pontos percentuais na população ocupada feminina.

Entre as mulheres pretas e pardas, a taxa de desocupação caiu de 18,2% em 2003 para 9,1% em 2011. Entre as brancas, o indicador teve redução de 13,1% em 2003 para 6,1% no ano passado.

Autora: Daniela Amorim, da Agência Estado
Fonte: http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,mulheres-receberam-723-do-salario-dos-homens-em-2011-diz-ibge,105384,0.htm

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

março 8, 2012 às 5:52 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: