Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

#PROFESSORRAIMUNDO: E o salário minimo ÓH!

with one comment

O salário mínimo não será discutido e votado no pelo Congresso até 2015. O que era uma votação anual, passou a ser quadrianual. Isto por decreto presidencial! De acordo com a lei LEI Nº 12.382, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2011. O (Des)Governo Dilma, que não gosta de democracia e muito menos de debate, não quer que o salário mínimo seja discutido, debatido pelos representantes eleitos ou objeto de votação do Congresso. Agora o salário mínimo passa a ser a expressão da vontade "IMPERIAL" de um governo que faz de tudo para ser hegemônico, inquestionável, inquestionado e acatado sumariamente por seus afiliados. A cada dia perdemos uma de nossas características de democracia, seja pela quebra do pacto federativo, pela quebra da independência dos três poderes, pela falta de espaço para debates dentro do congresso ou pela MUDEZ da imprensa sugerida no artigo do Ucho (abaixo transcrito). A sutileza jurídica deste decreto presidencial suplamta a determinação cosntitucional, ferem a intenção original dos constituintes, que atribuiram ao Congresso Nacional a prerrogativa de votar a lei que determinava o salário mínimo, e empurra com a gorda barriga de imperador a discussão para o futuro: só em 2015 poderemos debater de novo qual será o salário mínimo. Talvez este seja um bom exemplo do efeito nefasto do ROLO COMPRESSOR (que é a maioria esmagadora do governo no Congresso) sob avida das pessoas, seu cotidiano e o dinheiro no fim do mês dos assalariados. As ditaduras emudecem os interlocutores, calam os congressos, amordaçam as imprensa. A diferença desta ditadura é que ela se impõe pela maracutaia, pela negociata e pelos acordos palacioanos bem longe dos debates abertos e participativos. Por isso, ninguém falou do reajuste do mínimo, ele é um decreto IMPERIAL.

Proposta do salário mínimo para 2013, feita na última semana, passou batida e sem críticas

Mudez estranha – Há notícias que passam ao largo da atenção dos brasileiros ou, então, a sociedade está mergulhada em um processo de letargia que a impede de enxergar o óbvio. É verdade que a memória do brasileiro não é das mais extensas, mas determinados assuntos deveriam estar constantemente na pauta do cotidiano. Quando liderava as fileiras da oposição, o que fazia de forma ruidosa e impertinente, o PT sempre defendeu a majoração do salário mínimo para patamares inviáveis para a economia do País. Mesmo assim, a grita dos petistas era ampla, geral e irrestrita. Nesse período, os representantes da esquerda sempre tomaram por base o salário sugerido pelo Dieese para reforçar o discurso contra os ocupantes do poder.

Se a tese da oposição de outrora valesse nos dias atuais, o salário mínimo deveria valer R$ 2.349,26, segundo o mesmo Dieese. Ou seja, 3,78 vezes o valor do mínimo atual, fixado em R$ 622. Cmo se fosse um enorme favor, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, anunciou na semana passada o valor do salário mínimo para 2013: R$ 667,75, valor que consta na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias. Traduzindo em números reais, o salário do próximo ano corresponderá a 28,42% do salário ideal de hoje. Para enriquecer ainda mais a comparação, se um trabalhador fosse comprar hoje uma cesta básica (preço médio de R$ 232,83) com o salário mínimo de 2013, seria obrigado a desembolsar 34,87% do seu ganho mensal.

O anúncio foi feito no meio da tarde da última sexta-feira (13), pois como se sabe a reverberação de um assunto como esse sempre perde força faltando algumas horas para o final de semana. No caso de serem questionados, esses herdeiros de Aladim por certo dirão que no Brasil poucas são as pessoas que recebem um salário mínimo, o que é uma inverdade. Conforme já noticiamos, pelo menos 19 milhões de brasileiros recebem mensalmente esse valor. Para provar, basta tomar como referência a decisão do Ministério das Comunicações de criar o chamado telefone social, que na primeira etapa do projeto atenderá as famílias que ganham até um salário mínimo. Como bem disse o então presidente Lula, “nunca antes na história deste país”.

Fonte: http://ucho.info/proposta-do-salario-minimo-para-2013-feita-na-ultima-semana-passou-batida-e-sem-criticas

Links relacionados:

http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/noticiaNoticiaStf/anexo/ADI_4568.pdf

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Lei/L12382.htm

Anúncios

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. deputado onyx luta pelo um salario melhor cada real a mais sera uma conquista. ok

    airton carvalho

    abril 16, 2012 at 6:32 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: