Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

RETROSPECTIVA para entender a #CPI do Cachoeira: os fatos que motivaram seu início e como saiu do controle do PT.

leave a comment »

CPI: Seria manobra para esconder Mensalão? Seria uma tentativa de desmoralizar a oposição? Seria só mais um atrapalhado tiro no pé do DesGoverno?

Próximo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ayres Britto (foto: zedudu.com.br)

O chamado mensalão, nada mais nada menos do que o maior escândalo político da história brasileira, deve ser julgado até o mês de junho. Se depender da vontade do próximo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ayres Britto, assim será. 

Na denúncia contra os quarenta envolvidos feita pela Procuradoria Geral da República estão alguns dos peixes mais graúdos do Partido dos Trabalhadores, a começar pelo seu ainda maior operador, o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu.

Desesperados, os integrantes do PT querem fazer qualquer coisa para atenuar o efeito desse julgamento na sociedade brasileira. E não pensam em limites para essa intenção. Vale enganar, mentir, jogar fumaça, trapacear.

A tábua de salvação à vista foi a CPI que investigará os negócios do contraventor Carlinhos Cachoeira. De maneira aberta, o presidente do PT, Ruy Falcão, avisou que os interesses de seu partido na CPI são desmoralizar integrantes da oposição.

Assista ao vídeo do petista.

Suspeita-se que Cachoeira esteve por trás dos primeiros vídeos que deram origem ao escândalo do Mensalão. Mas o PT quer se utilizar dessa hipótese para dar um salto mortal no escuro. Pretende convencer a população que por causa disso o mensalão não existiu. Nada a ver uma coisa com a outra.

Falta combinar essa estratégia sinistra com a parcela esclarecida e bem-intencionada da sociedade brasileira. O mensalão se constituiu de inúmeros fatos além dos vídeos que incriminaram um funcionário dos Correios, Roberto Marinho, que acabou por envolver o ex-deputado Roberto Jefferson, delator do esquema, em 2005.

O PT tem muitas tarefas pela frente se quer alcançar seu objetivo. De começo, para fazer valer a intenção, é preciso também esconder a existência de personagens como o empresário Marcus Valério, arquiteto das falcatruas, o ex-tesoureiro Delúbio Soares, entre outros. A missão é impossível em uma sociedade séria e vigilante.

A tática stalinista de apagar fatos também precisará fazer desaparecer eventos como a farta distribuição de dinheiro ocorrida no Brasília Shopping, em quartos de hotéis, e os repasses suspeitos da Visanet do Banco do Brasil às empresas de Marcus Valério.

Será necessário esconder para debaixo do tapete a confissão da ex-gerente da SMP&B, Simone Vasconcelos, de que realmente distribuiu recursos ilegais a deputados da base aliada em Brasília.

Para refrescar a memória a reportagem do jornal FOLHA DE SÃO PAULO. Clique aqui e leia a reportagem no portal da FOLHA.

(fonte: FOLHA DE SÃO PAULO)

O que fazer com o depoimento do marqueteiro Duda Mendonça à CPI dos Bingos, onde confessou ter recebido pagamentos referentes à campanha do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002, por meio de meandros criminosos em paraísos fiscais?

Relembre em vídeo a confissão de Duda Mendonça à CPI. É impressionante!

Para que não restem dúvidas, clique aqui e veja a íntegra da denúncia do Ministério Público sobre o Mensalão, assinada pelo ex-Procurador Geral da República, Antonio Fernando de Souza. O procurador chama o esquema de “organização criminosa”. Precisa mais?

Tanto com relação à comissão como com o Mensalão, o grande problema do PT são os fatos. Pior, se for realmente levada a sério, como quer o Democratas, a CPI pode acertar o governo federal em cheio e ser letal ao petista Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal. Não por acaso alguns governistas já falam em abortar a CPI. Clique aqui e leia a repotagem no BLOG DO NOBLAT.

(fonte: O GLOBO Blogs - Blog do Noblat)

Por exemplo, a empresa Delta, ligada a Carlinhos Cachoeira, é a principal prestadora de serviços do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Os integrantes da CPI terão que fazer contorcionismos para poupar a empresa das investigações. Clique aqui e leia a reportagem no portal CONTAS ABERTAS, da Editora Abril.

Confira as ligações da empresa Delta com Cachoeira em matéria da Folha de S. Paulo. Clique aqui e leia a reportagem na FOLHA DE SÃO PAULO.

Escute também áudio em que o diretor da Delta admite estar envolvido em subornos: http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2012/04/15/guerra-na-quadrilha-cachoeira-detona-socio-cavendish-da-delta-440405.asp

Já Agnelo é identificado como “01” e “Magrão” nas últimas conversas grampeadas entre integrantes da quadrilha de Carlinhos Cachoeira.

Outra intenção do PT é utilizar a CPI para desmoralizar a imprensa, já que provavelmente Carlinhos Cachoeira foi uma importante “fonte” de malfeitos ocorridos no Brasil nos últimos anos. Mais uma vez, o partido não quer esclarecimentos, mas vingança, pois jornalistas sérios e independentes foram responsáveis por boa parte da revelação de escândalos que ainda atormentam os petistas.

O Democratas não tem nada a temer com a CPI do Cachoeira. Ao contrário! Quer todas as suspeitas investigadas a fundo. Não importam os atingidos. Para o esclarecimento dos fatos e o bem da sociedade brasileira.

Já o PT, infelizmente, quer a CPI para turvar os fatos que lhe são desagradáveis e atingir os inimigos políticos. Podem estar em uma canoa furada.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

abril 16, 2012 às 12:45 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: