Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Diretor da #Delta Centro-Oeste tinha procurações para movimentar as contas da sede no Rio de Janeiro

leave a comment »

CPI pode convocar governadores e quebrar sigilo da Delta em âmbito nacional

Requerimentos para a convocação dos governadores Sérgio Cabral (PMDB), Agnelo Queiroz (PT) e Marconi Perillo (PSDB) e para a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico da matriz da Delta Construtora devem ser votados na reunião da CPI do Cachoeira marcada para 5 de junho. A informação foi dada pelo presidente da comissão, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB).

A CPMI TERÁ ACESSO AS INFORMAÇÕES DA DELTA NACIONAL Ao contrário do que está sendo veiculado na imprensa, a Delta não está livre da CPI do Cachoeira. Muito pelo contrário, com a aprovação do requerimento, de minha autoria, para que se compartilhe os autos, mídias e informações advindas das quebras de sigilo decorrentes da Operação SAINT-MICHEL a CPMI terá acesso as informações da Delta matriz. Em um dos desdobramentos da operação SAIN-MICHEL, por decisão de juiz da 5ª Vara do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, determinou-se a quebra dos sigilos bancários e fiscal dos oito envolvidos (entre eles Carlos Cachoeira) e da Delta. Por causa desta decisão do judiciário do DF teremos acesso as informações da Delta matriz (nacional), entre outras. A Operação SAINT-MICHEL surgiu a partir da Operação Monte Carlo, da PF, que prendeu, no final de fevereiro, o empresário goiano Carlos Augusto Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, suspeito de envolvimento com jogos ilegais. As operações Vegas e Monte Carlo investigaram exclusivamente o jogo ilegal. O trafíco de influências, a corrupção passiva e ativa, o favorecimento foram investigados na Operação SAINT-MICHEL. Com esta quebra de sigilo, determinada pela justiça do DF, parte das Operação SAINT-MICHEL, a CPMI consegue acessar as informações da Delta nacional, e, ao contrário do veiculado, a CPI não poupou a Delta, e muito menos se restringiu a Delta do Centro-Oeste. O grupo de deputados que quer o avanço da CPMI é vitorioso e, pode levar algum tempo, mas virá a público como a Delta operava com governos e com Carlos Cachoeira e, certamente, na medida em que a CPMI avança os governadores não terão com o escapar de depor. Não acredito em pizza, e provavelmente os “pizzaiolos” que já falam em esvaziamento estão mesmo é com medo dos desdobramentos desta CPMI. (Foto: Divulgação / DEM). (Foto: Divulgação / DEM)

– Cada governador é um caso, não podemos achar que vamos votar [a convocação de] governadores em bloco, ou como uma votação simples. Precisamos analisar, são governadores de diversos partidos, então não tem blindagem, conveniência, acordo, arrumação. Vamos votar cada caso – disse o presidente, em entrevista à imprensa após o encerramento da audiência.

Durante a reunião, o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) lembrou que Cláudio Abreu, diretor da Delta na região Centro-Oeste tinha procurações para movimentar as contas da empresa com sede no Rio de Janeiro.

A informação foi confirmada pelo relator da CPI, deputado Odair Cunha (PT-MG), também em entrevista à imprensa. Segundo disse, Abreu era procurador da empresa e, para fazer isso, precisaria ter a conivência e a participação de diretores nacionais.

Vital do Rêgo também afirmou que há fortes indícios de que os diretores nacionais da Delta tinham conhecimento do envolvimento de Cláudio Abreu com Carlinhos Cachoeira.

– Se os parlamentares entenderem que a extensão da gravidade dos fatos que envolvem a Delta nacional pode atingir o país inteiro, [o sigilo do] CNPJ geral da empresa pode ser aberto – disse Vital.

Provas documentais

Na avaliação de Vital do Rêgo, os demais convocados pela CPI devem repetir a estratégia de Cachoeira – manter-se em silêncio. Por isso, a CPI precisa se ater ao caráter investigativo e analisar as provas documentais, que chegarão com os pedidos de transferência de sigilo já aprovados.

– A transferência do sigilo bancário, fiscal e telefônico de todos os envolvidos talvez seja o grande passo da CPI – disse o senador.

Já foram mais de cem pedidos de quebra de sigilo aprovados. Os dados devem chegar até a próxima semana, pois os ofícios já foram expedidos, disse.

Na opinião de Vital do Rêgo, os parlamentares foram ansiosos em tentar ouvir “aqueles que já estavam ouvidos e falar com quem já tinha falado”. Cachoeira, por exemplo, já falou nos inquéritos da Polícia Federal, a promotores e delegados e falará ainda ao juiz da 11ª Vara Federal em Goiânia, onde deporá nos dias 31 de maio e 1º de junho. O teor do depoimento será requisitado, informou Vital, e então as informações serão confrontadas com os dados em poder da comissão.

Audiências

Para a próxima quinta-feira (24) estão marcados três depoimentos: Jairo Martins de Souza, Idalberto Matias de Araújo, o Dadá, e Wladimir Garcez.

Dadá, sargento da Aeronáutica, é suspeito de arregimentar policiais para as atividades criminosas. Também é suspeito de ser “araponga” do grupo, mesma atividade atribuída a Jairo Martins de Souza.

Já Garcez é apontado como um dos principais colaboradores da organização criminosa que seria comandada por Cachoeira e seria facilitador do grupo junto a agentes públicos, como as policiais civis e militares de Goiás.

Para evitar situações como a do depoimento de Cachoeira, que ficou em silêncio, o presidente da comissão informou que conversará com os líderes para montar uma estratégia “que possa ser mais adequada e produtiva para a quinta-feira”. Uma possibilidade seria transformar a reunião em administrativa para votação de novos pedidos de quebra de sigilo, antes da reunião agendada para o dia 5. Vital do Rêgo informou ainda que, a partir da próxima semana, a CPI realizará atividades em todas as terças, quartas e quintas-feiras.

Na terça-feira (29), às 14h, será a vez do depoimento de Cláudio Abreu, diretor da Delta. Os outros três depoentes, José Olimpio de Queiroga Neto, Gleyb Ferreira e Lenine Araújo de Souza, vão depor na quarta-feira (30), às 10h15. No dia 31, também às 10h15, será a vez do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO).

Informações da Agência Senado

Fonte: http://www.jb.com.br/pais/noticias/2012/05/23/cpi-pode-convocar-governadores-e-quebrar-sigilo-da-delta-em-ambito-nacional/

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

maio 23, 2012 às 3:36 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: