Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Ao se calar, Demóstenes Torres se iguala a bandidos @deputadosdem

leave a comment »

Ao se calar, Demóstenes Torres se iguala a bandidos, diz Onyx Lorenzoni

Coletiva após a sessão da CPMI de hoje pela manhã (31). (Foto: Assessoria de Imprensa)

O senador Demóstenes Torres, ao abrir mão de falar, de colaborar, se alia e se coloca ao lado daqueles que têm a esconder. Ele usa a mesma estratégia e se iguala a todos os bandidos”, ressaltou o deputado Onyx Lorenzoni após sessão da CPMI do Cachoeira nesta manhã (31). Demóstenes Torres, assim como todos os investigados que vieram à comissão, permaneceu calado. Ele alegou que já prestou todos os esclarecimentos no Conselho de Ética do Senado na última terça-feira (29).

Para o deputado do Democratas do Rio Grande do Sul, o senador causou imensa decepção a sociedade brasileira com sua postura hoje. “A sociedade brasileira buscava nele esperança. O brilho que durante alguns anos o senador ostentou se tratava de um falso brilhante e, hoje, quando assessorado por sua competente banca de advogados se cala na CPI, ele se nivela com aquilo que tem de pior no universo político institucional brasileiro, que são os bandidos”, afirmou Lorenzoni. De acordo com o parlamentar, Demóstenes Torres poderia apontar caminhos para combater à corrupção que “sangra a sociedade brasileira”.

Por outro lado, Onyx Lorenzoni repudiou o comportamento do deputado Sílvio Costa na reunião da CPMI de hoje quando o parlamentar desferiu xingamentos ao senador Demóstenes Torres. “Não é razoável, não é decente o que foi feito pelo deputado Sílvio Costa. Quero registrar o meu repúdio. Porque ao pior criminoso há de se ter respeito. Esta é uma conquista da sociedade democrática. O deputado foi completamente inadequedo”, protestou o democrata em discurso no plenário da Câmara há pouco.

Quebras de sigilo
O deputado do Democratas afirmou ainda que espera novas revelações para as investigações da CPMI a partir das quebras de sigilo bancário, fiscal e telefônico que chegarão a comissão na próxima semana. São de 30 empresas que tiveram autorização da comissão para compartilhamento dos seus dados. “Com a chegada desses sigilos, cruzamentos começarão a ser feitos e eu tenho a certeza absoluta que, quando os governadores vierem, fatos novos irão aparecer na CPMI”, concluiu. Nesta quinta-feira, foram agendados para o dia 12 de junho o depoimento do governador de Goiás, Marconi Perillo. No dia 13 de junho, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, será ouvido pelos integrantes da comissão.

Autora: Leila Muniz
Fonte: Assessoria de Imprensa

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

maio 31, 2012 às 3:34 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: