Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

#PORBAIXO o governo federal e outras instâncias comandadas pelo #PT enviaram R$ 2 bilhões à empreiteira Delta. @estadao

leave a comment »

 A Delta e o PT não estão livres da CPI do Cachoeira. Muito pelo contrário, com a aprovação do requerimento, de minha autoria, para que se compartilhe os autos, mídias e informações advindas das quebras de sigilo, que são decorrentes da Operação SAINT-MICHEL, a CPMI terá acesso as informações da Delta em todo território nacional. Em um dos desdobramentos da operação SAINT-MICHEL, por decisão de juiz da 5ª Vara do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, já se havia determinado a quebra dos sigilos bancários e fiscal dos oito envolvidos (entre eles Carlos Cachoeira) e da Delta. Estamos cruzando os dados que irão ajudar muito as investigações sobre as relações da Delta e de setores do governo federal e do PT.

Suspeita de se beneficiar de uma rede de influência política para abocanhar obras e serviços nas três esferas de governo, a Delta Construções cresceu turbinada por contratos firmados principalmente com administrações do PT e do PMDB País afora.

A empreiteira, segundo documentos em poder da CPI do Cachoeira, declarou à Receita Federal R$ 3,1 bilhões em repasses públicos em 2009 e 2010, dos quais R$ 2,65 bilhões ou 85% vieram de órgãos comandados pelos dois partidos – que se articulam na CPI do Cachoeira para blindar a construtora.

O cálculo foi feito pela reportagem, com base em informações lançadas pela Delta em seu Imposto de Renda e remetidas à comissão. Mais de 60 clientes públicos, entre órgãos federais, Estados e prefeituras de 15 unidades da federação, contrataram a Delta nos dois anos.

O governo federal e outras instâncias comandadas pelo PT enviaram nada menos que R$ 2 bilhões à empreiteira, segundo as declarações. O grosso saiu de contratos com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (R$ 1,3 bilhão) e o Ministério da Saúde (R$ 124 milhões) – a principal obra contratada pela pasta, para a construção do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), contém sobrepreço de R$ 26 milhões, segundo a Controladoria-Geral da União.

Na esfera federal, também despontam como clientes de peso a Eletrobrás (R$ 47,4 milhões), os batalhões de Engenharia do Exército (R$ 38,6 milhões) e o Ministério da Integração Nacional (R$ 32,8 milhões).

Outros governos petistas carrearam mais R$ 337 milhões à empreiteira, a exemplo do Estado do Pará (R$ 138 milhões), à época sob o comando da então governadora Ana Júlia; e da Prefeitura de Goiânia, administrada por Paulo Garcia.

Pela caneta dos peemedebistas, a Delta recebeu mais R$ 659 milhões em 2009 e 2010, principalmente por meio de prefeituras e do Estado do Rio de Janeiro, cujo governador, Sérgio Cabral (PMDB), é amigo do acionista majoritário da empresa, Fernando Cavendish. A empreiteira informou R$ 538 milhões em valores provenientes de seis órgãos do governo Cabral. A capital fluminense, sob o comando de Eduardo Paes (PMDB), e outros quatro municípios administrados pela legenda enviaram mais R$ 60,1 milhões.

Autor: FÁBIO FABRINI E ALANA RIZZO – Agência Estado
Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,pt-e-pmdb-turbinam-crescimento-da-delta,891201,0.htm

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

junho 26, 2012 às 12:48 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: