Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

#GripeA: Só uma ínfima parcela da população gaúcha tem acesso a vacina. @g1 @g1brasil

with one comment

Santo Ângelo, a capital das missões, tem uma população que beira os 80.000 habitantes. Ou seja, 3 mil vacinas é o mesmo que dizer: SÓ UMA ÍNFIMA PARTE DA POPULAÇÃO SERÁ VACINADA, e só uma pequena parta da população de risco (idosos, crianças, profissionais da saúde e professores) que é perto de 30 % da populção será vacinada. Isto mostra o TOTAL DESPREPARO para uma situação anunciada, sazonal, conhecida, previsível mas que NEM PASSOU PELO PLANEJAMENTO DA SECRETARIA DA SAÚDE DO RIO GRANDE DO SUL de forma séria. Nem de alcool gel o estado está abastecido, quem dirá de vacinas.

Vacinação contra a gripe A H1N1 é retomada em Santo Ângelo, RS

Doses foram aplicadas nesta terça na região das Missões, no Noroeste.
São Borja, com cinco vítimas fatais confirmadas, recebeu 10 mil doses.

A vacinação contra a gripe A H1N1 foi retomada nesta terça-feira (17) em Santo Ângelo, na Região da Missões, no Noroeste do Rio Grande do Sul. A imunização começou pela manhã e se estende até as 16h. A aplicação é feita em idosos, gestantes, portadores de doenças crônicas e crianças de até 10 anos.

Foram disponibilizadas 3 mil vacinas para a cidade e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, é provável que este seja o último lote. A Brigada Militar e o 1º Batalhão de Comunicações do Exército ajudam na organização das filas.

Das 20 mil vacinas garantidas na semana passada para a região, 10 mil foram encaminhadas a São Borja, cidade que teve cinco mortes confirmadas por gripe A H1N1. O restante do lote foi distribuído aos outros municípios da região.

Segundo o boletim divulgado nesta segunda-feira (16) pela Secretaria Estadual da Saúde, na região missioneira ocorreu um terço das mortes confirmadas devido à gripe A H1N1 no Rio Grande do Sul. Ao todo, a doença fez 33 vítimas fatais no estado, em um total de 218 casos de contaminação.

Também nesta segunda, o Ministério da Saúde enviou técnicos ao estado para estudar a propagação da doença. A avaliação deve orientar alterações na campanha de vacinação para o próximo ano. A principal ideia é que toda a população gaúcha seja imunizada e não apenas o considerado grupo de risco, composto por crianças, gestantes, idosos e profissionais de saúde.

Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2012/07/vacinacao-contra-gripe-h1n1-e-retomada-em-santo-angelo-rs.html

Santo Ângelo, segundo o último censo de 2010 tinha 76.456 habitantes, sendo que a população de até 10 anos de idade já passava dos 7 mil naquela época. As 3 mil vacinas nem de perto significam a prevenção adequada para a situação da cidade.

Anúncios

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Pois é deputado, aqui em Porto Alegre RS. NEM PAGANDO. fui hoje a tarde numa Clinica Particular e disseram que nao tem e a previsao de chegada é para uma semana ao custo módico de R$ 100,00

    Antonio Schmidt

    julho 17, 2012 at 3:25 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: