Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

O depoimento de Pagot não deixa dúvida da existência desses crimes. #DNIT #CampanhaDaDilma

leave a comment »

Pagot é alvo de notícia-crime por deputado do RS

Da Redação

O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM/RS) apresentou junto à Procuradoria Geral da República uma notícia-crime contra o ex-diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot. Para o parlamentar, ficou claro durante depoimento na semana passada que Pagot cometeu os crimes de concussão, corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa, tráfico de influência e improbidade administrativa. “O depoimento de Pagot não deixa dúvida da existência desses crimes. Ele estava aqui sob juramento e creio que o Ministério Público vai levar adiante essa investigação”, declarou durante reunião da CPMI que investiga envolvimento do bicheiro Carlinhos Cachoeira com agentes públicos e privados.

Onyx pede na representação a responsabilização penal de Pagot, bem como de outros agentes públicos e privados envolvidos ou beneficiados com os delitos assumidos pelo ex-dirigente da autarquia. Além disso, também pede o ressarcimento de eventuais prejuízos causados aos cofres públicos. “A confissão de Pagot de que teria se valido da condição de dirigente de uma das mais poderosas autarquias federais para angariar recursos para a campanha de Dilma Rousseff é tão grave que, se vivêssemos em um país que não houvesse se acostumado tanto a esse tipo de conduta de seus agentes públicos, seria motivo de abalar as estruturas da República”.

Durante quase oito horas de depoimento, o ex-diretor admitiu ter pedido doações de construtoras que prestam serviço ao Dnit para a campanha da presidente Dilma Rousseff (PT).

Os episódios relatados por Pagot em seu depoimento têm potencial de colocar em maus lençóis a própria presidente Dilma que, afinal de contas, é a maior beneficiária da arrecadação feita pelo ex-diretor-geral do Dnit”. A notícia-crime foi dirigida ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

IstoÉ – Para a revista Istoé, o depoimento de Pagot na CPMI “decepcionou quem esperava por novas revelações e apenas confirmou o que havia dito sobre as pressões que sofreu para conseguir doações de empreiteiros para políticos”.

Pagot, no entanto, segundo o veículo de comunicação, afirmou ter sido orientado a pegar leve com os tucanos, pois está sendo processado pelo ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB).

Fonte: http://www.odocumento.com.br/materia.php?id=404692

(Fonte: O Documento)

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

setembro 6, 2012 às 2:38 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: