Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Propaganda do governo não muda o alto custo de vida que se impõe aos que mais precisam #RemédiosCaros #CustoDeVida

leave a comment »

(Charge: Iotti)

O Brasil é um país rico, privilegiado por recursos naturais e seu povo trabalha incansavelmente na cidade e nos campos para mover a gigante economia que se destaca no mundo. Entretanto o governo brasileiro ainda trata os mais pobres, os que ganham menos, de forma injusta. Em nosso país, pobres pagam mais impostos que ricos, os que mais precisam arcam com alguns dos mais altos impostos do mundo que incidem justamente sob os itens de primeira necessidade tais como alimentos, remédios, energia e transporte. Pobreza se combate com geração de riqueza e não com altos impostos. O argumento de que os impostos existem para que haja redistribuição de riquezas e completamente falso no caso brasileiro. A malversação de recursos públicos, o saque escandaloso dos cofres dos governos, a paralisia de serviços de saúde, saneamento básico, educação fundamental e das forças de segurança deixam muito claro que o governo brasileiro não tem por foco a promoção do bem estar das pessoas e zelo pelos direitos do cidadão. Frases de efeito, publicidade falando em combate a miséria e outras perfumarias não mudam os fatos nem põe mais dinheiro no bolso dos trabalhadores. Vir a TV falar em saltos econômicos que não foram planejados pelo governo, mas são uma condição do mercado, falar em saltos de infraestrutura que não existem e prometer uma vida melhor para as pessoas só aumenta a desconfiança generalizada de que isto NÃO está acontecendo e por mais forte que seja a máquina de propaganda do governo isto não muda o alto custo de vida que se impõe principalmente aos que mais precisam.  Abaixo segue a reportagem do portal Terra sobre uma das facetas cruéis das despesas dos que ganham menos, o alto custo dos remédios.

Mais pobres gastam mais com remédios do que mais ricos

A parcela de famílias mais pobre da população gasta, proporcionalmente, mais dinheiro com remédios do que o estrato com maior renda. O grupo de 40% das famílias com menores rendimentos utiliza 74,2% do orçamento voltado para a saúde com compra desses itens. Já as famílias mais ricas gastam 33,6% adquirindo remédios. Os dados constam da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008-2009), divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Se dispensam mais dinheiro proporcionalmente, os mais pobres, em números absolutos, gastam dez vezes menos que os mais ricos para comprar remédios. Em média, utilizam R$ 53,45 por mês, enquanto a parcela de 10% das famílias mais ricas gastam R$ 563,69 mensais.

Levando-se em conta toda a população, a maior parte do orçamento para a saúde é destinado à compra de remédios. Do total usado para a saúde, 48,6%, em média, são direcionados para a aquisição desses itens. Por mês, o brasileiro gasta R$ 74,74 médios.

Ao mesmo tempo, o levantamento do instituto com 57,8 milhões de famílias mostra que os mais ricos dispensam 42,3% das despesas médicas com planos de saúde, enquanto a parcela mais pobre direciona 7% desses gastos para o pagamento de assistência privada de saúde. Em termos absolutos, as famílias com mais renda gastam, em média, R$ 238,21 por mês com despesas relativas a planos de saúde. Já os 40% com menores rendas têm esse custo médio de R$ 3,74 mensais.

Fonte: http://economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201209141303_TRR_81581821

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

setembro 14, 2012 às 11:33 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: