Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Brasil é o país do abuso na cobrança de impostos. #ReformaTributária

leave a comment »

O Brasil é a pior TIRANIA FISCAL do mundo, ou seja, uma ditadura que oprime os cidadãos através de impostos. No Brasil mais da metade da renda que um cidadão produz acaba indo para o governo na forma de impostos diretos e indiretos.

Brasil é o país do abuso na cobrança de impostos. Não existe quase tranparência nenhuma nesta cobrança, feita muitas vezes sob pena de prisão, o contribuinte não sabe o quanto de sua renda é destinada direta ou indiretamente para impostos, não sabe o quanto paga em impostos diretos e indiretos quando faz compras, quando paga uma tarifa de transporte público, ou quando adquire um remédio. O respeito pelo contribuinte no Brasil é NULO. Para agravar a situação ainda vemos cifras bilionárias sendo desviadas dos cofres públicos. O desequilíbrio de direitos entre o Estado arrecadador, que se cerca de garantias na cobrança de impostos, e o cidadão contribuinte, é uma violação de direitos humanos clara, evidente, amplamente registrada. Mas os direitos de quem paga impostos; e os brasileiros de menor renda pagam mais que os de altíssima renda; não são o foco das políticas que vem do Palácio do Planalto, prova disto foi o recente veto da Presidente Dilma a lei que desonerava os impostos sobre a cesta básica.  Segue a reportagem do TERRA sobre a proposta de reforma tributária do economista Bernard Appy.

Economista: brasileiro ficaria 10% mais rico com reforma tributária

O economista Bernard Appy, autor de uma proposta de reforma tributária, afirmou que se o governo fizesse a alteração na cobrança do PIS/Cofins, ICMS e ampliasse a desoneração da folha de pagamento para todos o setores, o Produto Interno Bruto (PIB) poderia crescer 1 ponto percentual a mais por ano. Com isso, cada brasileiro estaria 10% mais rico em dez anos, segundo a Folha de S.Paulo desta terça-feira.

O economista elaborou entre 2008 e 2009 essa proposta de reforma, que não foi implantada. Porém, de acordo com a publicação, o governo sinaliza que pretende pensar sobre o assunto para resgatar a competitividade. A reforma de Appy estabelece cobrança não cumulativa dos impostos citados e o fim de restrições ao crédito. Atualmente só entram como crédito gastos incorporados fisicamente ao produto – energia elétrica de escritório e custo de telecomunicações, por exemplo, não entram na conta.

Fonte:  Terra

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

outubro 9, 2012 às 1:48 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: