Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

#Gaúchos estão sendo discriminados em programa do governo federal #youtube

leave a comment »

Clique AQUI e veja a manifestação nas tribuna da Câmara pelo YouTube.

Link do YouTube: http://youtu.be/Jl0S-VGZZzQ

Clique na imagem e veja a manifestação na tribuna pelo YouTube.

Deputado Onyx Lorenzoni aponta discriminações no Programa “Minha Casa, Minha Vida”

O Deputado Federal Onyx Lorenzoni (DEMOCRATAS/RS) apresentou na tarde desta terça-feira (30) o Requerimento de Informações n° 2539/2012, dirigido ao Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, para que o governo federal explique as alterações na concessão de subsídios do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

De acordo com Onyx Lorenzoni, o Ministério das Cidades conseguiu a aprovação, pelo Conselho Curador do FGTS, de novos limites para os empreendimentos do programa “Minha Casa, Minha Vida”, além de alterações nos valores de subsídios oferecidos aos trabalhadores na aquisição de imóveis pelo sistema. Nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal, e em suas regiões metropolitanas, o valor máximo de contratação, que era de R$ 170 mil passou a ser de R$ 190 mil. Nas capitais e regiões metropolitanas com população igual ou superior um milhão de habitantes, o valor foi elevado de R$ 150 mil para R$ 170 mil.

A inconformidade de Onyx deve-se ao fato de que, pelos novos critérios, um trabalhador de SP/RJ e DF tem direito a R$ 7.040,00 a mais em subsídio do que os trabalhadores de outras regiões do Brasil.

De acordo com o parlamentar Democrata “Quando o teto destes estados e do Distrito Federal era de R$ 170.000,00, o subsídio era de R$ 23.000,00. Agora que a faixa foi alterada para R$ 190.000,00 passou para R$ 25.000,00, enquanto as demais capitais e regiões metropolitanas tiveram o valor-teto alterado para R$ 170.000,00, o subsídio ficou em R$ 17.960,00. Qual o motivo dessa discriminação?”.

Segundo Onyx, “é nosso dever questionar ao gestor do programa, o Ministério das Cidades, qual a razão da desproporção de valores de subsídio observada em favor de beneficiários do MCMV de SP, RJ e Distrito Federal, e o que justifica que trabalhadores dos demais estados, que recebem a mesma renda, recolhem o mesmo valor de FGTS e pagam os mesmos impostos, tenham direito a subsídios inferiores ao percebido por aqueles daquelas regiões”.

Autor: Assessoria de Comunicação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: