Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Onyx protocola requerimento para descobrir vínculo de cubana que vigia médicos

leave a comment »

O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) protocolou dois requerimentos de informações aos ministérios da Saúde e da Justiça para descobrir o verdadeiro vínculo da cubana Vivian Isabel Chávez Pérez no Brasil.

A revista Veja denunciou as múltiplas designações que Vivian tem recebido desde a sua chegada ao país em agosto de 2013, junto à primeira turma de ingressantes no programa Mais Médicos.

“Qual é a condição em que se encontra esta cubana no Brasil, que ora se apresenta como doutora do Mais Médicos, ora como representante da OPAS, e ora como capitã do mato dos médicos cubanos? “, questionou o democrata.

Onyx se refere à revelação da revista de que Vivian participou de uma suspeita interpelação que convenceu do contrário duas cubanas dispostas a desistir do programa na cidade de Jaraguá do Sul, Santa Catarina. Ela agiu na condição de coordenadora da Organização Panamericana de Saúde (Opas), entidade da ONU que intermediou a importação de médicos de Cuba pelo Brasil.

Antes disso, a cubana já havia aparecido de jaleco em vídeos de divulgação do Ministério da Saúde exaltando a nobreza da missão, embora nunca estivesse lotada em nenhum ambulatório do país. Ela também já deu entrevistas à Prensa Latina (agência cubana) como porta-voz dos médicos cubanos no país. Já em novembro do ano passado, apareceu em um evento em Porto Alegre junto ao governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e da ministra de Relações Institucionais, Idele Salvatti, na mesa de autoridades.

“É absolutamente inaceitável que essa tal doutora Vivian, se é que ela é medica, tenha cargos no governo do Rio Grande do Sul, onde estarei amanhã [quinta, 20] protocolando o pedido de informações para que o governo do Estado também possa explicar qual é a condição desta cubana, apresentada pela revista Veja como a capataz dos médicos cubanos, numa nova versão de capitão do mato. Acompanhando, perseguindo e, o que é mais grave, constrangendo e submetendo seres humanos a um regime de escravidão inaceitável”, acusou Onyx.

O deputado apresentou os documentos à Mesa Diretora que deve encaminhá-lo aos ministérios nos próximos dias. Os órgãos têm a obrigação de emitir uma resposta em no máximo 30 dias após o recebimento.

por assessoria de imprensa
Anúncios

Written by onyxlorenzoni

fevereiro 19, 2014 às 8:42 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: