Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Em defesa da liberdade de livre manifestação

with 2 comments

A vergonhosa morte do cinegrafista da Band obrigou o Brasil a despertar

nao aos manifestantes mascaradosUma parte importante da população permanecia confortavelmente mergulhada na hipocrisia do politicamente correto. Escondida na preocupação constante de justificar que as manifestações eram legítimas e que “apenas no seu final” um “pequeno grupo de desordeiros” começou o quebra-quebra e o confronto com a polícia.  Manifestações democráticas não precisam ser justificadas, precisam ser defendidas, protegidas.

No entanto, partes significativas da imprensa, dos intelectuais e do governo se apressavam em justificar o protesto pacífico como um meio de não terem de criticar o vandalismo que crescia a cada manifestação. Essa covardia de esconder-se no discurso fácil do politicamente correto era a cobertura de que os vândalos precisavam. Ao tratarem a baderna permanentemente como exceção, as autoridades cometeram um grave erro de análise. Esqueceram-se que uma exceção que se repete sempre não é uma exceção é uma regra.

Tornou-se regra que um grupo de vândalos e criminosos use as manifestações para promover quebra-quebra, atos criminosos e, inclusive, um direcionamento com intenções políticas de sua arruaça.

Esse cenário somente mudou quando o cinegrafista Santiago Andrade perdeu sua vida de forma estúpida na frente de inúmeros veículos de comunicação. Mas, não se engane a respeito. Se esse fato não tivesse o registro fotográfico que recebeu teria sido contabilizado como uma demonstração da brutalidade da polícia. Num primeiro momento muitos veículos sustentaram isso com uma hipótese. É tentação de acreditar que vândalos são revolucionários “da democracia” e que os policiais são os brutais opressores do “sistema”.  Não se pode compactuar com truculência da polícia. Mas se pode tolerar, amenizar ou proteger os criminosos que atentam contra a vida dos policiais, contra o patrimônio (público ou privado).

O pior atentado que esses vândalos cometem é contra o sagrado direito de “livre manifestação”. Eles criam um clima de hostilidade e de agressividade nos protestos. Intimidam a participação dos cidadãos, sem falar na forma como ameaçam e hostilizam profissionais de imprensa.

A máscara precisava cair. A tolerância com os mascarados parece que finalmente vai chegar ao fim. Para acabar com a farra dos vândalos mascarados apresentei um projeto de lei para proibir o uso de máscaras ou bandagens nos protestos. Mais do que isso, um projeto que dá às autoridades policiais ferramentas para retirar as máscaras, averiguar mochilas e identificar os vândalos. A lei que apresentei propõe uma nova situação. Aquele que estiver encobrindo o rosto em uma manifestação é alguém suspeito e pode ser abordado pelo simples fato de ocultar sua identidade. Afinal, não há porque encobrir o rosto em uma manifestação democrática. Não há paz, se a baderna impera e a violência é relativizada.

 

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

fevereiro 21, 2014 às 4:35 pm

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Quem é de bem, não cobre o rosto.

    Dimitrius

    março 1, 2014 at 9:44 pm

  2. Parabéns 100% antenado com os acontecimentos e atualizado…assim não se comete injustiças como fizeram os jornalistas antes caso fatal….Culpar quem tenta tem o dever de proteger não é o caminho..porém a intenção destes vândalos financiados pela esquerda radical era desarmamento policial e assim criarem as milícias como vemos na Venezuela a mando de Fidel…

    Daniel

    fevereiro 22, 2014 at 8:40 am


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: