Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Onyx: quadrilha que atua na Petrobras fez pacto de silêncio

leave a comment »

14660235809_7bf8882a4c_k

O deputado Onyx Lorenzoni (Democratas-RS) afirmou nesta quarta-feira (6/8) que os envolvidos na compra da refinaria de Pasadena fizeram um pacto de silêncio para acobertar as irregularidades da operação. A constatação ocorreu em mais um depoimento a CPMI da Petrobras nesta tarde do ex-diretor da área internacional, Jorge Luiz Zelada.

Lorenzoni questionou a contratação de escritório de advocacia para litígio no caso da aquisição dos 50% de Pasadena que pertenciam a Astra Oil. O deputado mostrou que o ex-presidente da Petrobras America, Renato Bertani, deixou a empresa para atuar no mesmo escritório escalado para atuar no litígio. Zelada, que foi integrante da diretoria executiva da estatal responsável pela contratação de serviços desse porte, disse desconhecer quem autorizou a atuação desse escritório e quanto custaram os honorários advocatícios.  Zelada e Bertani são citados em relatório do TCU que concluiu que a operação Pasadena foi um mau negócio para a Petrobras.

14660210819_3e3aa20169_k

“Há um pacto de silêncio. Além do media training feito nos depoimentos na CPI do Senado, a máfia está se protegendo. Ou seja, um protege o outro. No depoimento da semana anterior, o presidente da Petrobras America negava conhecer qualquer fato que envolvia as operações de Pasadena que não fossem eminentemente técnicas. Hoje, o senhor Zelada desconhece quem contratou o escritório de advocacia, desconhece que o ex-presidente da Petrobras America foi contratado pelo escritório que avalizava o parecer do Nestor Cerveró que era a favor da disputa litigiosa da Pasadena”, argumentou o parlamentar. “É missão desta CPI tentar quebrar esse pacto e poder obter a verdade”, acrescentou.

Blindagem

Onyx tam14866725793_cd8c165067_kbém comentou a denúncia da revista Veja de que houve fraude em depoimentos na CPI no Senado. Para o deputado, todo o esforço do Palácio do Planalto em manipular a CPI tem o objetivo de blindar a presidente da República que precisa manter sua fama de boa gestora.

“O problema do Palácio do Planalto é que as justificativas que foram dadas para a compra de Pasadena tem um único objetivo de blindar a presidente. Agora, aquele conselho de administração da Petrobras que autorizou a compra de Pasadena autorizou um mau negócio para o Brasil e para a Petrobras. A compra de Pasadena é racionalmente indefensável e compromete a imagem de boa gestora da Dilma que o Brasil já descobriu que ela não tem”, finalizou.

 

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

agosto 7, 2014 às 10:12 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: