Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Cada conexão dá mais certeza: há um chefe. Ou mais de um.

with 2 comments

Neste segundo dia de CPI da Petrobras, em Curitiba, ouvimos mais sete investigados pela Operação Lava Jato que estão presos no Paraná. 

A doleira Nelma Kodama respondeu boa parte dos questionamentos dos deputados na CPI. Disse que o verdadeiro responsável pela corrupção é o “sistema”. Ela cantou “Amada Amante” para explicar sua relação com Youssef, com quem disse ter vivido “maritalmente” de 2000 a 2009. Nelma ainda disse que os 200 mil euros estavam no bolso da calça(levantou e mostrou em quais bolsos) e não na calcinha, quando foi presa. Claramente, Nelma Kodama sabe mais do que falou e não quis responder algumas perguntas pensando na sua delação premiada. Vamos chamá-la novamente.

O operador René Luiz Pereira foi o segundo a prestar depoimento à CPI da Petrobras. Disse que ia ficar calado, porém negou todas as acusações que pesam contra ele.

O ex-deputado Luiz Argôlo optou pelo silêncio. Questionei-o sobre a compra de um helicóptero em conjunto com Youssef, mas ele não falou.

Afirmei novamente: “sempre que qualquer pessoa se vale do direito de permanecer em silêncio não está munido da verdade”. No final ele até falou, ou melhor, tentou enrolar.

André Vargas, ex-deputado, disse que não iria responder as perguntas da CPI. Só fiz uma afirmação: “Eu esperava que o depoente usasse esse espaço para falar, até porque durante o seu mandato, Vargas era um falastrão. Hoje é um caladão. O instrumento de ficar calado apenas reafirma sua culpa, eu não tenho nada a perguntar a esse cidadão”.

Pedi ao deputado Hugo Mota, presidente da CPI, e aos colegas, que dispensassem o tratamento formal aos presos depoentes, chamando-os apenas de “senhor”. “Vossa excelência ou vossa senhoria, é demais”.

Pedro Corrêa, também ex-deputado, afirmou que ficaria em silêncio. Mas falou bastante: elogiou integrantes da CPI, dizendo que “Valente e Onyx são competentes e combativos” e quis dar lição de moral, fazendo criticas aos partidos políticos. Como ele disse que era bi-preso, tive que falar: “Se o senhor for preso novamente, pode pedir música no Fantástico”.

O doleiro Carlos Habib Chater afirmou que ia permanecer calado já diante das primeiras perguntas do relator da comissão.

O empresário Ricardo Hoffmann também disse que ia fazer uso do direito constitucional de permanecer calado. Fui o último a falar e lembrei de minha participação na CPI dos Correios, que culminou no processo do Mensalão. Disse a Ricardo Hofmann que ele teria o mesmo destino de outro publicitário, Marcos Valério, que cumpre mais de 40 anos de prisão.

A sessão foi encerrada por volta das 18h40.
A CPI da Petrobras volta a se reunir amanhã, em Brasília.

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

maio 12, 2015 às 7:56 pm

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Dep. Onix, saiba que tem muita gente confiando no seu trabalho. Continue firme nas investigações, haveremos de vencer essa bandidagem que tomou conta do País. Grande abraço.

    Déborah Ribeiro

    maio 13, 2015 at 3:57 pm

  2. PARABÉNS!!! A SUA POSIÇÃO E TRABALHO SÃO VISTOS COM BONS OLHOS PELO BRASIL… BEM DIFERENTE DAQUELE VAGABUNDO DO ÁLVARO DIAS QUE TRAIU A TODOS SEUS ELEITORES… ABS.

    EDUARDO SÉRPICO

    maio 13, 2015 at 11:32 am


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: