Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Protestos devem amadurecer

with one comment

Os recentes protestos foram bastante diferentes entre si e cada local teve um desenrolar próprio. Em São Paulo, na primeira onda de protestos alguns manifestantes cometeram excessos e vandalismo. Em decorrência disso, na segunda onda, a polícia foi orientada a impedir a desordem e cometeu seus excessos. A terceira onda consagrou as multidões pacíficas, mas ainda assim contaminadas por baderneiros e vândalos que tentaram invadir o Palácio dos Bandeirantes, nada menos que a sede do governo estadual paulista e residência oficial do governador. Agora, outro protesto, e a prefeitura foi sitiada e atacada.


protesto2Fico satisfeito em ver as pessoas participando e protestando.  A passividade, tão comum ao brasileiro, é um mal para a política. Sem o envolvimento da sociedade, sem sua cobrança, as autoridades públicas ficam livres para agir sem quaisquer constrangimentos. Quanto maior for esse distanciamento, maior será a margem para desmandos, indiferença e corrupção.

Entretanto, ainda há muito o que amadurecer sobre como devem ser os protestos. A busca pelo espaço na televisão faz com que muitas manifestações acabem orientadas a causar o grandes incovenientes e o maior mal estar possível. Dessa forma alcançam a cobertura jornalística que almejam. Isso é um grave erro e um desvio antidemocrático na proposta da manifestação. Um protesto que bloqueia avenidas importantes de uma cidade acaba bloqueando também o acesso a hospitais.

Protestos democráticos são manifestações ordeiras. Uma manifestação que esteja “orientada para o confronto” com a polícia é baderna e não protesto. É dever da polícia proteger o restante da cidade da destruição, da desordem e do vandalismo. Combinar o trajeto de uma manifestação não retira a legitimidade do protesto nem o enfraquece.

A dificuldade de protestos mobilizados pela internet é que possuem mobilização, mas não tem nem organização, nem lideranças. A mobilização de massa é surpreendente. No entanto, sem líderes não há interlocutores com quem debater ou negociar.

Foto: Reprodução/RBS TV

Foto: Reprodução/RBS TV

Em muitos protestos, o clima pacífico foi desvirtuado por arruaceiros. As próprias manifestações, ainda que repudiem, não conseguem impedir aqueles que escolhem a violência como forma de expressão.

Mas, então, o que os manifestantes podem fazer? Assim como se fotografa as agressões policiais, registre-se também o vandalismo. Essa informação é suficiente para que a polícia faça sua parte. O patrimônio público, não pertence ao governo. Ele é seu, é nosso. Uma viatura policial que é destruída será substituída com o seu dinheiro, com o dinheiro que iria para uma escola. Em Porto Alegre o ônibus que foi incendiado pelos manifestantes era adaptado para cadeirantes e tinha ar condicionado. Sua substituição custará em torno de 700 mil reais. Não há nos protestos algo que justifique essa violência. A legitimidade dos protestos de dezenas de milhares de pessoas fica manchada quando o vandalismo toma conta.

A causa das manifestações sofre com essa violência. Os manifestantes terão de encontrar um meio de remover esses atos de violência de seus protestos. E, para isso, possivelmente terão de recorrer à polícia. Seria um grande amadurecimento. A polícia não é inimiga e também está amadurecendo com  estas manifestações

Há muito a se aprender com estes protestos. É como aprender a andar de bicicleta. No começo, há tombos e um jeito desengonçado de pedalar. Mas com a prática chega-se a excelência. Meu desejo é que os protestos encontrem o rumo democrático e pacifico que a imensa  maioria de seus manifestantes deseja. E que o alerta que vem das ruas chegue a seu destino. Que mostre que a corrupção, incompetência e a imoralidade da política do “toma lá da cá” não servem pro Brasil. Que por fim mostre que a política só tem sentido se servir a seu povo.

Anúncios

Written by onyxlorenzoni

junho 19, 2013 às 7:43 pm

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Sr. Dep. Onyx Lorenzoni, votei em ti porque cansei da esquerda festiva que está longe de um socialismo onde todos tenham acesso a saúde, educação, e ascensão social. Esses que estão ai no poder e querem criar castas desde eles estejam na superior (tipo URSS). Agora, em relação ao que está ocorrendo no país, sugiro que proponha ainda uma lei: “Senador e Deputado não é profissão. Terão mandato semelhante a presidente, governador e prefeito. Mandato de 4 anos e apenas uma reeleição, sem direito a aposentadoria compulsória. Dessa forma acredito poderemos voltar a ter partidos políticos, pois, atualmente, nesse termo, a palavra partido deve ser analisada como adjetivo e não como substantivo.
    Desse que ainda pretende votar em ti.
    Sds,
    Carlos Eduardo

    Carlos Eduardo Nery

    junho 24, 2013 at 8:34 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: