Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Desgoverno Dilma/PT subestima o descontentamento e a revolta da população

leave a comment »

zero hora crNunca gostei da ideia da Força Nacional de Segurança Pública. É o tipo de artifício que pode ser usado para péssimas intenções. No papel, é uma força adicional de segurança pública para situações emergenciais. Mas, na prática, se presta para funcionar como uma guarda pretoriana, para ser usada arbitrariamente quando um governo solicita. E, como agora, em Camaquã, para ser usada contra a população. Esse desgoverno Dilma/PT subestima o descontentamento e a revolta da população com tanta corrupção, com a perda de direitos e com a recessão que esvazia nossos bolsos. Isso depois do festival de mentiras e falsas promessas feitas na campanha eleitoral.

Written by onyxlorenzoni

março 3, 2015 at 4:06 pm

Onyx preside Frente de Segurança Pública para Região Sul

with one comment

No vídeo, o deputado federal Onyx Lorenzoni (Democratas-RS) comenta a recriação da Frente Parlamentar de Segurança Pública, que visa debater e propor melhorias na legislação e ampliação de recursos  para a segurança pública no país. Ele presidirá o colegiado para os estados de Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

Written by onyxlorenzoni

março 3, 2015 at 9:53 am

Onyx Lorenzoni e Efraim Filho são os membros democratas na CPI da Petrobras‏

with one comment

Os deputados democratas Onyx Lorenzoni (RS) e Efraim Filho (PB) foram os escolhidos para representar a bancada na CPI da Petrobras, instalada nesta quinta-feira (26/02) sob a presidência de Hugo Mota (PMDB-PB) e relatoria de Luís Sérgio (PT-RJ).

16467578920_96ddc170b8_zAmbos estiveram presentes à primeira sessão que marcou o início dos trabalhos ao lado dos também democratas Elmar Nascimento (BA), Jorge Tadeu Mudalen (SP), Moroni Torgan (CE), Pauderney Avelino (AM), Paulo Azi (BA) e o líder Mendonça Filho (PE).

“A composição dessa CPI que começa hoje, ao contrário da CPMI do ano passado, é bem mais equilibrada entre governistas e oposicionistas. O que queremos agora é avançar nas investigações sobre essa “nuvem de gafanhotos” que está acabando com a Petrobras. A estatal era considerada uma das mais sólidas do mundo e agora está quebrada. Isso não aconteceu por descuido. Foi planejado por uma quadrilha e essa gente precisa ser responsabilizada por isso”, disse Onyx Lorenzoni.

“Precisamos passar a limpo como se deu e quem são os verdadeiros responsáveis por essa depredação que ocorreu com a Petrobras. Estamos falando de verdadeiros vândalos que ajudaram a quebrar o maior patrimônio público do Brasil”, adiantou Efraim.

A partir da próxima segunda-feira (2), a CPI receberá requerimentos dos deputados, incluindo os pedidos de audiência pública e de convocação para interrogatórios. O prazo de funcionamento da Comissão é de 120 dias, podendo ser prorrogado por mais 60.

Written by onyxlorenzoni

fevereiro 26, 2015 at 4:42 pm

Deputado Onyx na Frente Parlamentar de Segurança Pública

leave a comment »

Deputado Onyx e o presidente da Frente

Deputado Onyx e o presidente da Frente

Em um café da manhã que reuniu a imprensa e parlamentares de diferentes partidos, foi restabelecida na Câmara Federal hoje, a Frente Parlamentar de Segurança Pública. Esse grupo vai discutir, dentro da reforma do Código Penal brasileiro, entre outros temas, o Estatuto do Desarmamento, a maioridade penal e alternativas para frear o crescimento da violência.

Com Major Specht, Capitã Letícia e o Deputado Alberto Fraga (DF)

Com Major Specht e Capitã Letícia da Associação dos Oficiais da Brigada Militar do RS

Integra a Frente o parlamentar gaúcho Onyx Lorenzoni, que é reconhecidamente contra o desarmamento, por entender que “desarmar a população brasileira não trouxe nenhuma melhoria para o combate a criminalidade e para segurança individual de cada pessoa e de cada família. O que nós precisamos é que governo passe a combater a bandidagem de verdade, que é aquele trafica armas e drogas, as quadrilhas que aterrorizam a população brasileira”. Da mesma forma, Onyx defende a emancipação para fins penais, no caso de crimes hediondos.

A Frente Parlamentar de Segurança Pública deverá contar com cerca de 200 parlamentares, é presidida pelo Democrata Alberto Fraga (DF) e tem, além de Onyx Lorenzoni(RS), Efraim Filho (PB), Moroni Torgan (CE) e Cláudio Cajado (BA).
Na próxima quarta-feira (04/03) está marcada uma reunião da frente com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que pretende criar uma comissão especial para analisar novamente a questão do Estatuto do Desarmamento.

Written by onyxlorenzoni

fevereiro 25, 2015 at 2:36 pm

Em Bento Gonçalves: abertura do ano letivo e homenagem a imigrantes italianos

leave a comment »

10985558_824236000979691_2698781386556073987_oO deputado federal Onyx Lorenzoni esteve nesta quinta, 19/02, em Bento Gonçalves, onde participou da abertura do ano letivo de 2015 da rede municipal de ensino e da inauguração da mostra Personalidades da Imigração Italiana, projeto que homenageia famílias que chegaram ao município entre 1875 e 1900.

No pavilhão do Parque de Eventos de Bento, além da abertura do ano letivo, em que falaram o prefeito Guilherme Pasin e a secretária municipal de Educação, Iraci Luchese Vasques, a programação incluiu uma palestra com o tema Educar: A arte de guiar com amor. Participaram cerca de 1000 professores e profissionais da educação.bento exposicao56_cr

No Salão Nobre da Prefeitura de Bento Gonçalves, a mostra dos personagens da imigração italiana, homenageou Lucindo Lorenzoni, tio-avô do deputado Onyx, que representou a família. De acordo com um dos curadores, Ademir Bacca, a mostra tem como principal objetivo preservação a cultura, tradição, língua e os costumes daqueles que participaram da história de Bento Gonçalves.

Homenageados: Angelo Luchese; Anna Variani; Antonio Michelon; Antonio Pitt; Aristides Bertuol; Cândido Valduga; Conrado D’Arrigo; Darcy Miolo; Dr. Amélio Casagrande; Dr. Antonio Casagrande; Dr. Bartholomeu Tacchini; Dr. Beniamino Giorgi; Dr. Ervalino Bozzetto; Fortunato Tumelero; Generino Rinaldi; Gilberto Tim; Giovanni Simon; Giulio Lorenzoni; Giuseppe Farina; Henrique Benedetti; Horácio Mônaco; João Busnello; Julieta Sassi Dreher; Laurindo Brandelli; Leonardo Copat; Lucindo Lorenzoni; Ludovico Giovannini; Luigi Pessetto; Luis Valduga; Luiz Alegretti; Luiz Matheus Todeschini; Madre Assunta; Nilza Farina Michelin; Paulo Salton; Pedro Morbini; Rodolfo Elias Dall’Onder; Romano De Paris; Sebastião Fontanive e Vitório Gava.

Written by onyxlorenzoni

fevereiro 20, 2015 at 11:42 am

Dilma faz poupança macabra ao retirar diretos e benefícios de viúvos, doentes e idosos, diz Onyx

leave a comment »

O deputado Onyx Lorenzoni (Democratas-RS) acusou nesta quarta-feira (11/2) a presidente Dilma Rousseff de fazer uma “poupança macabra” com seu ajuste fiscal à custa de viúvas e viúvos, doentes e idosos. Em discurso na tribuna, o parlamentar condenou a Medida Provisória 664/2014 que limita o acesso a direitos trabalhistas e benefícios previdenciários, como auxílio-doença, pensão por morte e seguro-desemprego. Para o deputado, o governo do PT coloca na conta do trabalhador o descontrole de gastos e os prejuízos causados pela corrupção.

16313706970_701c948e2c_z

“O governo do PT que é um governo cigarra, que quando o Brasil foi foco do investimento, da atenção de países do mundo todo, o governo do presidente Lula e da presidente Dilma farreou literalmente com o dinheiro público e está aí a Petrobras para mostrar a farra com que o PT e seus aliados minaram o governo e estrutura de estado brasileira”, argumentou Lorenzoni.

O deputado citou o caso da mudança da pensão por morte proposto pela presidente. Ele deu como exemplo um casal de 35 anos em que mulher fica viúva, após o marido ser assassinado pela ausência do Estado. “Sabe o que a presidente Dilma propôs a essa casa? Que esta mãe receba apenas três anos de pensão. Sabe por que? Porque criaram as faixas (de idade) para fazer uma poupança macabra com a vida das pessoas. É isso que o PT está propondo, é isso que presidente está propondo e que as centrais sindicais vieram protestar corretamente”, disse sobre a vinda das centrais sindicais ontem (10/2) ao Congresso quando se reuniram com os presidentes da Câmara e Senado em protesto às medidas governistas.

Lorenzoni reforçou que Dilma Rousseff mentiu em sua campanha eleitoral ao prometer que não cortaria os diretos trabalhistas e agora prejudica o trabalhador em seu momento de maior fragilidade. “Enterraram, por decisão de Dilma e Lula R$ 2,3 bilhões para ter macega (capim), agora querem economizar R$ 2 bilhões de viúvas, para as pessoas que estão no momento de maior fragilidade. A presidente mentiu a campanha e manda o ajuste (fiscal) para fazer poupança macabra, para acobertar a roubalheira na Petrobras”, relatou se referindo as refinarias Premium no Maranhão e Ceará que estão com as obras paralisadas na fase da terraplanagem.

Onyx prometeu duro embate no Congresso contra essa Medida Provisória e classificou como crime o corte nos direitos. “Este crime, nós, do Democratas, não vamos deixar acontecer. Um governo que fez o que fez com a Petrobras não tem moral para tirar aposentadoria e pensão de viúvos e viúvas do Brasil”, concluiu.

CPMI da Petrobras: Relatório admite corrupção, mas não pede que se investigue, afirma Onyx

leave a comment »

16018997726_98899789f5_zO deputado federal Onyx Lorenzoni (Democratas-RS), membro da CPMI da Petrobras, criticou o relatório final aprovado pela comissão na manhã desta quinta-feira (18/11). O governo tentou esvaziar a sessão para que a CPMI ficasse inconclusa, mas após pressão dos oposicionistas e da imprensa a sessão foi aberta e o documento elaborado pelo relator Marco Maia (PT-RS) acabou sendo votado.
“O relator foi atropelado pelos fatos e teve que acrescentar em seu relatório as constatações de irregularidades na compra de Pasadena e na relação com a SBM Offshore, o que constrangeu o Palácio do Planalto. Apesar disso, o documento não indica qualquer  investigação. Por isso fui contra sua aprovação”, explicou Onyx que apresentou voto em separado.
Para o democrata, todo o trabalho realizado pela comissão, como as oitivas e as quebras de sigilo, deve servir de base para uma nova CPMI a ser instalada na próxima legislatura. Já o relatório paralelo elaborado pela oposição deve ser protocolado no Ministério Público para que ajude nas investigações pelo órgão.
“Hoje o governo supera a oposição na proporção de 4 para 1. A partir de 2015 na nova CPMI será de 3 a 2. Teremos muito mais formas de equilibrar os trabalhos e conseguir avançar nas investigações sobre, não só a Petrobras, mas todas as irregularidades do governo que foram reveladas aqui nessa comissão pelo senhor Paulo Roberto Costa”, declarou.
Graça Foster
Em seu voto apresentado, Onyx Lorenzoni reforça o pedido de afastamento de toda a diretoria e o indiciamento da atual presidente Graça Foster. De acordo com ele, o acúmulo de funções de Presidência e Diretoria Internacional só serve a um intuito:
“Graça Foster acumula funções para tentar apagar as impressões digitais de corrupção nos negócios internacionais da estatal. Ainda falta investigar as operações da Petrobras na África e o aprofundamento dos negócios da empresa na Argentina”, revelou Onyx.

 

Written by onyxlorenzoni

dezembro 18, 2014 at 1:06 pm

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 7.645 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: