Blog do Onyx

Liberdade | Democracia

Onyx Denuncia: o mensalão nunca acabou

leave a comment »

O deputado Onyx Lorenzoni (Democratas-RS) afirmou nesta quarta-feira (17/9) que o esquema de corrupção na Petrobras mostra que o mensalão petista nunca terminou. Durante sessão hoje da CPMI que apura as irregularidades na estatal, o parlamentar apresentou uma linha do tempo em que o ex-diretor da empresa, Paulo Roberto Costa, um dos principais operadores do esquema, foi indicado pelo ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, condenado no processo do mensalão e apontado como chefe do esquema. E os dados já apurados revelam a participação de personagens em comum aos dois esquemas criminosos.

“Ficou muito claro que o mensalão não acabou. Conseguimos apresentar uma linha de tempo que demonstra claramente que Paulo Roberto chegou em 2004 à diretoria de Abastecimento da Petrobras com amém de José Dirceu e suportado à época pelo deputado José Janene. Os mesmos personagens que estavam na lavagem do dinheiro das operações do Marcos Valério (operador do mensalão) estão nas operações do Paulo Roberto Costa. São os mesmos doleiros, é o mesmo modus operandi, ou seja, o PT e o atual governo não aprenderam nada com a condenação feita pelo Supremo Tribunal Federal do mensalão”, opinou Lorenzoni.

Para o deputado, os documentos já de posse da CPMI exigem uma acareação entre Paulo Roberto Costa, o doleiro Alberto Youssef, Meire Poza (contadora de Youssef) e Enivaldo Quadrado (condenado no processo do mensalão).  “Feito isso, nós conseguiríamos, na minha opinião, esclarecer muitos pontos que revelariam de maneira clara que esse é um esquema que foi mantido por todos aqueles que mantiveram a  presidência da Petrobras, mantiveram o Ministério de Minas e Energia  e mantiveram a Presidência brasileira até porque Paulo Roberto Costa era chamado de Paulinho pelo ex-presidente Lula. Essa intimidade seguramente tinha alguma razão de ser”, pontua Onyx Lorenzoni.

Depoimento

O parlamentar ainda criticou a postura da base governista de votar contra a realização de uma sessão fechada para favorecer o depoimento de Costa a CPMI, submetido a processo de delação premiada. O Democratas, por meio do líder Mendonça Filho (PE), apresentou requerimento para transformar a reunião em fechada. “A oposição lutou para que a sessão fosse secreta e toda a base do governo orientada pelo governo aprovou a sessão aberta porque ele obviamente não falaria. Nós estávamos tentando ir para uma sessão secreta exatamente para dar espaço para que ele pudesse falar alguma coisa e nos desse alguma pista”, disse.

Written by onyxlorenzoni

setembro 17, 2014 at 7:54 pm

Debate sobre ensino privado e interferência do poder público

with 2 comments

DSC_37-aaNa segunda-feira, 01/09, o SINEPE/RS promoveu no Hotel Continental, em Porto Alegre, um encontro entre candidatos ao Senado e à Câmara dos Deputados e dirigentes de instituições de ensino privado, para discutir temas importantes para o setor.  O evento reuniu 134 dirigentes de instituições de ensino privado de todo o Estado e teve entre os convidados, o deputado federal Onyx Lorenzoni(DEM) e o candidato a senador Lasier Martins (PDT).DSC_22-aa
Na abertura do evento, o presidente do SINEPE/RS, Bruno Eizerik, apresentou dados sobre a representação do ensino privado no RS e no país. Segundo o dirigente, a educação particular corresponde a 1,7% do PIB brasileiro. No Brasil, mais de 12 milhões de famílias optam pelo ensino privado e o setor agrega 1.308.265 trabalhadores, entre funcionários e professores. No Rio Grande do Sul, 77,2% dos estudantes de Ensino Superior estão na rede privada e na Educação Básica houve crescimento de 20,2% no número de matrículas das escolas particulares entre 2004 e 2013. “Nossas grandes lutas são a garantia do direito constitucional à livre iniciativa privada e a segurança jurídica para realização do nosso trabalho”, destacou Eizerik.
Os candidatos foram questionados sobre o que pensam a respeito das movimentações do poder público para interferir na livre iniciativa privada (como, por exemplo, a criação do Instituto Nacional de Supervisão e Avaliação da Educação Superior – Insaes) e como se posicionam frente à insegurança jurídica vivida pelas instituições filantrópicas. O público também interagiu com perguntas a respeito da inclusão de alunos da rede privada como bolsistas do ProUni, a valorização do curso Normal, entre outros temas.
(Assessorias Onyx Lorenzoni e SINEPE/RS)

Written by onyxlorenzoni

setembro 3, 2014 at 12:12 pm

Palestras sobre o direito à legítima defesa

leave a comment »

DSC_48-aaA Federação Gaúcha de Tiro Prático promoveu ontem, no Clube Caixeiros e Viajantes, em porto Alegre, palestras com professor Bene Barbosa, especialista em Segurança Pública e presidente da ONG Movimento Viva Brasil, e com o deputado federal Onyx Lorenzoni, membro das comissões de Segurança Pública e Constituição e Justiça, na Câmara Federal.
O professor Bene Barbosa, que é uma das maiores autoridades brasileiras no assunto, abordou o tema “CONTROLE DE ARMAS – Como o desarmamento vem sendo usado no Brasil para o controle social: visão da legislação passada, atual e futura”. O deputado federal Onyx Lorenzoni falou sobre os “Dez anos do Estatuto do Desarmamento – Consequências, O Referendo e Revisão”. (AI)
DSC_40-aa
DSC_34-aa DSC_42-aa
DSC_1-aa

Onyx é homenageado com a Medalha Jerônimo Coelho

leave a comment »

Em solenidade realizada ontem, o deputado federal Onyx Lorenzoni foi homenageado pelo 3ª Batalhão de Polícia do Exército, sob o comando do TC Rodrigo Ferraz Silva.

O parlamentar recebeu a Medalha do Mérito Brigadeiro Jerônimo Coelho, que distingue militares que tenham prestado serviços de caráter relevante ou personalidades, instituições ou corporações, pela prática de ações que mereçam ser reconhecidas.

Jerônimo Coelho é o patrono do 3º Batalhão de Polícia do Exército.

DSC_122-aaDSC_75-aa

DSC_57-aaDSC_32-aa

Written by onyxlorenzoni

agosto 29, 2014 at 3:31 pm

Publicado em Uncategorized

EU VOU DE ONYX – jingle 2014

leave a comment »

capa chimarrao

Clique na imagem, ouça, cante e compartilhe o jingle da campanha 2014:

A liderança e o trabalho

Deixou claro

Que Onyx Lorenzoni

Não se curva nem cala

Representando o Rio Grande

 

Motivos pra votar no Onyx a gente tem de sobra

Então chegou a hora

De confirmar que estamos juntos

 

Eu vou de Onyx porque

Mais uma vez quer ouvir nossa voz

Quem representa o que penso

Com garra e bom senso

Meu Deputado é Onyx ( 2522)

Written by onyxlorenzoni

agosto 13, 2014 at 11:55 am

Onyx: quadrilha que atua na Petrobras fez pacto de silêncio

leave a comment »

14660235809_7bf8882a4c_k

O deputado Onyx Lorenzoni (Democratas-RS) afirmou nesta quarta-feira (6/8) que os envolvidos na compra da refinaria de Pasadena fizeram um pacto de silêncio para acobertar as irregularidades da operação. A constatação ocorreu em mais um depoimento a CPMI da Petrobras nesta tarde do ex-diretor da área internacional, Jorge Luiz Zelada.

Lorenzoni questionou a contratação de escritório de advocacia para litígio no caso da aquisição dos 50% de Pasadena que pertenciam a Astra Oil. O deputado mostrou que o ex-presidente da Petrobras America, Renato Bertani, deixou a empresa para atuar no mesmo escritório escalado para atuar no litígio. Zelada, que foi integrante da diretoria executiva da estatal responsável pela contratação de serviços desse porte, disse desconhecer quem autorizou a atuação desse escritório e quanto custaram os honorários advocatícios.  Zelada e Bertani são citados em relatório do TCU que concluiu que a operação Pasadena foi um mau negócio para a Petrobras.

14660210819_3e3aa20169_k

“Há um pacto de silêncio. Além do media training feito nos depoimentos na CPI do Senado, a máfia está se protegendo. Ou seja, um protege o outro. No depoimento da semana anterior, o presidente da Petrobras America negava conhecer qualquer fato que envolvia as operações de Pasadena que não fossem eminentemente técnicas. Hoje, o senhor Zelada desconhece quem contratou o escritório de advocacia, desconhece que o ex-presidente da Petrobras America foi contratado pelo escritório que avalizava o parecer do Nestor Cerveró que era a favor da disputa litigiosa da Pasadena”, argumentou o parlamentar. “É missão desta CPI tentar quebrar esse pacto e poder obter a verdade”, acrescentou.

Blindagem

Onyx tam14866725793_cd8c165067_kbém comentou a denúncia da revista Veja de que houve fraude em depoimentos na CPI no Senado. Para o deputado, todo o esforço do Palácio do Planalto em manipular a CPI tem o objetivo de blindar a presidente da República que precisa manter sua fama de boa gestora.

“O problema do Palácio do Planalto é que as justificativas que foram dadas para a compra de Pasadena tem um único objetivo de blindar a presidente. Agora, aquele conselho de administração da Petrobras que autorizou a compra de Pasadena autorizou um mau negócio para o Brasil e para a Petrobras. A compra de Pasadena é racionalmente indefensável e compromete a imagem de boa gestora da Dilma que o Brasil já descobriu que ela não tem”, finalizou.

 

Written by onyxlorenzoni

agosto 7, 2014 at 10:12 am

Onyx demanda audiência para debater atraso na convocação de concursados da PRF

leave a comment »

14672248045_80149429a7

Foto arquivo OL

O deputado federal Onyx Lorenzoni (Democratas-RS) anunciou que vai propor uma audiência pública na Comissão de Segurança Pública para debater o atraso na convocação de concursados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que, inclusive, já foram treinados.

O anúncio se deu na sessão ordinária desta quarta-feira (6/8), no colegiado. De acordo com o democrata, os cerca de 1.000 futuros agentes já preparados para serem efetivados estão há mais de 60 dias sem receber qualquer informação dos ministérios da Justiça e do Planejamento.

“Estou protocolando na próxima comissão para nós aprovarmos essa audiência com os ministérios. Precisamos de respostas sobre o motivo de o governo ter autorizado esse concurso e chegado até mesmo a treinar os aprovados. São cerca de mil agentes. Muitos abandonaram seus empregos, outros mudaram de cidade e não recebem uma palavra de retorno do governo sobre os reais motivos dessa demora”, explicou Onyx durante a sessão.

O deputado também lembrou que o quadro profissional da PRF hoje é deficitário, o que compromete o serviço ofertado e contribui para aumentar o índice de insegurança nas estradas federais.

“Isto é um absurdo. A Polícia Rodoviária Federal precisa desse efetivo em todos os estados. Estas pessoas estão sem nenhuma informação. A ministra Miriam Belchior [Planejamento] está com este processo parado há mais de 60 dias sem nenhuma movimentação. As pessoas estão morrendo nas estradas, há incapacidade de atendimento à população e nós temos praticamente mil novos agentes concursados, com direito adquirido, treinados com dinheiro público e estes não podem servir à sociedade? Por quê?”, questionou.

O requerimento para a audiência deve ser votado na próxima sessão da Comissão de Segurança Pública e já há um entendimento entre os membros do colegiado para aprovar o documento.

audio

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.495 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: